A arte do Mangá

Em homenagem aos japoneses e seus imigrantes que estão buscando contato com seus conhecidos no Japão, por conta do terremoto que atingiu o país, dedico essa matéria à arte criada por eles.

A palavra mangá é usada quando se refere a histórias em quadrinho japonês. Os primeiros desenhos deste estilo são do período Nara (século VIII d.C.), que estavam nos primeiros rolos de pintura japonesas (emakimono), era uma forma de conta história juntando imagem e texto conforme o desenrolar. Na metade de século XII surgiu o primeiro emakimono com estilo japonês, o Genji Monagatari Emaki.

Emakimono

A palavra mangá é criada por Katsushika Hokusai para designar suas caricaturas publicadas de 1814 a 1834, em Nagoya. Mas os desenhos nã eram como conhecemos hoje, esse formato só surgiu no inicio do século XX, sob influência de revistas comerciais vindas dos Estados Unidos. E eram caros. A transformação do papel para a televisão surgiu quando Osamu Tezuka criou a primeira animação, em seu estúdio Mushi Production, o Astro Boy (Tetsuwan Atom) em 1963.


Bom de lá para cá esses desenhos ganharam fama e foram difundido. Atualmente existem vários desenhistas de mangá espalhados pelo mundo. Quem aprender a desenhar mangá? Em Curitiba existem escolas.

Você pode aprender no Centro Cultural Tomodachi (Av. Iguaçu, 2513 – Água Verde), eles têm aula uma e duas vezes por semana.  Tem também a escola Satori Mangá, uma vez por semana, os cursos vão desde o desenho básico até a digitalização.

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.