ARTE: Afinidades Naturais

A Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR recebe em junho as obras de Ariane Labre. A artista plástica se inspirou na natureza e no mar para criar o material da exposição “Afinidades Naturais”.
Arquiteta, paisagista e fotógrafa, Ariane revela que a natureza e o mar são inspirações constantes em seus trabalhos, que mostram a sua afinidade com as praias, “lembranças de uma época de liberdade”, e com a madeira, “material de meu contato diário’’. De acordo com ela, a abstração da realidade é uma constante em todo o seu processo criativo. “Uma representação simbólica de formas e cores, que é intensificada pelo experimento cromático de diferentes efeitos, variações e contrastes de tons, luminosidade; um conjunto que reflete a percepção de lembranças que passam rapidamente na minha memória”, destaca.
“Afinidades Naturais” apresentará as obras: “O Corte – The Cut”, uma instalação em 3D composta por 12 cortes de madeira aplicados sobre MDF; e as pinturas com tinta acrílica “Ondas de Espírito Livre – Free Spirited Waves”, “Águas Rasas – Shallow Waters”, “Búzios”, “Geribá”, “Grumary”, “Afinidades Subaquáticas – Subaquatic Affinities” e “Tropical Summer”.
Natural do Rio de Janeiro e há 17 anos morando em Curitiba, Ariane afirma que a formação em arquitetura influencia a sua expressão nas artes e na fotografia, onde explora formas inusitadas. Como artista plástica, trabalha com pinturas em tinta acrílica e faz instalações com madeira. Na fotografia desenvolve trabalhos inspirados na natureza e na geometria da arquitetura buscando uma percepção inusitada e a exploração do tratamento cromático.


Serviço
Exposição “Afinidades Naturais” da artista plástica Ariane Labre
Data: De 10/06 a 06/07/2018
Horário: 13h30 às 18h (segunda a sexta) e 11h às 13h (domingo)
Local: Galeria Osmar Chormiec e Potty Lazzarotto na sede da APAP/PR (Av. Jaime Reis, – Arcadas de São Francisco)
Informações: (41) 3232-0408

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.