Conversarte

401132388932124

No dia 10 de setembro, com a temática “Percepção e perspectiva: A ressignificação do olhar”, os renomados artistas visuais Leandro Erlich e Alexandre Orion, sobem ao palco do Teatro Bom Jesus, para o terceiro dos cinco encontros do Conversarte, realizado pela Montenegro Produções Culturais, com o apoio da Gazeta do Povo e do Hospital Pequeno Príncipe, por meio do Ministério da Cultura e incentivo da Lei Rouanet.

Na pauta do debate, assuntos como: o despertar de novos olhares no cotidiano saturado, a desconstrução da memória coletiva, a transmutação de materiais e espaços em conceito artístico, o público como elemento das obras e mais ideias sobre os pontos de vista que multiplicam as possibilidades do real. O encontro trata ainda de questões como: formação de público próprio, nichos eruditos x popularização da arte, uso de materiais/cenários do cotidiano, a ressignificação de materiais e espaços, construção e distorção da realidade, permanência e perecibilidade das obras, panorama da arte sulamericana, linguagem da crítica de arte e segmentação do público e o despertar de novas percepções.

Além do encontro, no mesmo dia acontece a pré-estreia da exposição: “Caleidoscopia” da curitibana Nicole Gulin e curadoria de Hugo Umberto. A artista plástica trabalha com elementos gráficos e demonstra grande força nos desenhos, inseridos na composição da obra pela técnica da assemblage – que reúne desenho, pintura e colagem. A distorção da realidade baseada de quem a vê, de quem a ouve, de quem a sente ou quem assiste, é constante. Nesse sentido a costura feita pela artista em que interações físicas, visuais ou efeitos óticos se confundem com o ambiente imaginário presente na mente de cada espectador. As obras de Nicole Gulin têm em seus traços, rápidos e gestuais, a simplificação da forma sem perder a essência. A exposição permanece no foyer do teatro até 28 de setembro.

E para completar a programação, no período de 15 de setembro a 6 de outubro, o Hospital Pequeno Príncipe receberá oficinas de produção artística dentro das temáticas: grafite, ilustração, quadrinhos, cinema, fotografia e design, ministradas por especialistas locais e exclusivas as crianças em tratamento. “O Conversarte surge como uma iniciativa de convergência do fazer, do pensar e do construir a arte. A amplitude que o projeto ganha com ações de incentivo realizadas no Hospital Pequeno Príncipe faz com que esse desejo seja cumprido˜, explica Carolina Montenegro, diretora da Montenegro Produções Culturais.

Com o objetivo de criar um olhar crítico e sensível, além do desenvolvimento do gosto pela arte, explorando as possibilidades de expressão e interpretação da diversidade cultural, o evento é voltado para estudantes de graduação e pós-graduação, técnicos, educadores, artistas e entusiastas, e tem por objetivo incentivar, apresentar e divulgar a produção contemporânea de artes visuais em suas diversas expressões, fortalecendo o setor, a economia e o desenvolvimento da cultura.

E com a proposta de incentivar a convergência das manifestações artísticas de diferentes frentes, depois de Leandro Erlich e Alexandre Orion, os próximos convidados do Conversarte em outubro, são os cineastas Fernando Meirelles e Marcos Magalhães que falam sobre “Produção Audiovisual Contemporânea: Linguagens, Formatos e Indústria Cultura” e a exposição de Rafael Urban intitulada “Na Presença”.

SERVIÇO
I Encontro de Arte – Conversarte
Datas: 16/07, 13/08, 17/09, 15/10, 27/11
Local: Teatro Bom Jesus (Rua 24 de Maio, 135 – Centro)
Ingressos: R$ 26 (inteira) e R$ 16 (meia entrada); R$ 30 (passaporte Conversarte)
Vendas: Lots Criativa (Av. Munhoz da Rocha, nº 787 – Cabral) | www.diskingressos.com.br
Informações: (41) 3057-1069 | montenegroproducoes.com/conversarte

admin
admin