Montes Ribeiro celebra sua trajetória artística

A Sala Brasil, do Memorial de Curitiba, recebe a exposição “27 anos de Artes Visuais – Luiz Arthur Montes Ribeiro” do artista plástico e escritor paranaense Luiz Arthur Montes Ribeiro que celebra sua trajetória artística com uma retrospectiva que reunirá 80 trabalhos. Entre os dias 21 de maio até 09 de julho será possível admirar as pinturas em óleo e acrílica, nanquim, aquarelas, desenhos, objetos e instalações selecionados pelo próprio artista para contar a sua história. Entre os trabalhos que serão expostos estão obras do acervo pessoal de Montes Ribeiro, que trará também peças de colecionadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.
Suas criações, explica, nascem na escrita. “Tudo tem verso, os títulos são literários. Existe, efetivamente, uma conversa entre o literário e o visual, que se fundem para que surja a obra”, pontua ele. O mar também sempre foi muito presente em seu trabalho, mesmo antes das temporadas em Itapoá, litoral de Santa Catarina, e Guaratuba, litoral do Paraná. Neste período, entre 2007 e 2015, criou muito. “O tempo era aquele. Com a disponibilidade de estar em frente ao mar, você transcende no seu ser buscando a felicidade. E isso faz com que se renove a criatividade”, comenta Luiz Arthur ressaltando a importância de exercitar a criatividade. “Dissocio o dom, que é divino e todos trazem em si, da criatividade, que exige ser alimentada e instigada”.
Desta forma, Montes Ribeiro traçou seu caminho se permitindo atuar em várias frentes, sempre interligadas por um objetivo maior, vinculado ao desejo de compartilhar conhecimento e fortalecer as artes. Fez seus primeiros desenhos aos 13 anos, quando ainda morava em sua cidade natal, Ponta Grossa. A escrita já era sua maior companheira. “Com o passar do tempo comecei a escrever poesias como forma de expressar o meu amor por alguém, pela vida, pela natureza e pelo mundo em que vivo”, diz o autor de nove livros.
Das primeiras paisagens de pinheirais, ensinadas pelo professor Sidney Mariano, foi direto para Nova Iorque, aos 19 anos, em busca de alimento para sua fome de conhecimento. “Queria estudar e aprimorar o inglês, mas as artes sempre estiveram muito próximas dos meus objetivos também”, lembra Montes Ribeiro, que na volta se estabeleceu em Curitiba e começou a frequentar o mundo local das artes. “Uma parte do meu dia sempre foi dedicada ao exercício da arte. Só me profissionalizei, contudo, aos 30 anos e desde então o meu aporte financeiro vem da minha obra”, comenta ele, que ao longo de sua caminhada de 57 anos frequentou vários cursos em pintura, desenho, aquarela, nanquim e modelo vivo. Sempre em busca de valores perenes fez também o curso de Ilustração Botânica do Centro de Ilustração Botânica do Paraná e passou pelo Ateliê de Cerâmica do Museu Alfredo Andersen.


Serviço
Exposição “27 Anos De Artes Visuais – Luiz Arthur Montes Ribeiro”
Data: De 21/05 a 09/07/2017
Horário: De terça a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 18h. Sábados e domingos das 9h às 15h
Local: Memorial de Curitiba – Sala Brasil – 3.º andar (Rua Claudino dos Santos, 79)
Informações: Instituto Montes Ribeiro (3044-0234) – Fundação Cultural de Curitiba (3321-3313) ou 9920-7349.

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor

Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.