Oficina experimental de Cianotipia

O Museu da Fotografia oferece a Oficina Experimental de Cianotipia nesta quarta-feira, 16. O objetivo do curso é produzir e fixar imagens artesanalmente, demonstrar e vivenciar o processo histórico de impressão fotográfica do século XIX – a Cianotipia. O curso terá seis turmas, uma por mês, com encontros às quartas-feiras, das 14h às 18h.
O curso é destinado a interessados na aprendizagem dos conceitos de produção de imagens artesanais, experimentadores, fotógrafos e ao público em geral. Ministrada por Patrícia Jerônimo, a oficina vai apresentar a teoria, mas os alunos terão exercício prático. Dinâmicas individuais e coletivas, envolvendo sensibilização, exercícios e análise de imagens também fazem parte da metodologia do curso.
A Cianotipia
É um processo fotográfico artesanal do século XIX, que utiliza moléculas de ferro sensíveis à luz que conferem a cor azul a este tipo de fotografia. Além de ser o mais simples dos processos de sensibilização artesanais, a imagem formada é ainda hoje, das mais duráveis. Esse processo permite muitas apropriações e experimentações artísticas e pedagógicas na contemporaneidade. O processo da Cianotipia é aprendido através da prática envolvendo foto contato de objetos ou fotogramas, foto contato de transparências (negativos).


Serviço
Oficina de Cianotipia
Data: a partir de 16/05. A cada mês abre uma nova turma (até outubro).
Horário: das 14h às 18h
Local: Museu da Fotografia Cidade de Curitiba (R. Pres. Carlos Cavalcanti, 533)
Carga horária: 12hrs.
Material necessário aos alunos: Luvas descartáveis; Avental impermeável.
Mensalidade $135,00
Maiores informações: (41) 3321-3260

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.