Bravura Indômita

Jeff Bridges e Hailee Steinfield em Bravura Indômita


Para quem não quer chegar ao Oscar (nesse domingo, 27, passa no TNT) sem ter uma ideia dos filmes que estão concorrendo ao prêmio hoje é a vez de Bravura Indômita, dos irmãos Ethan e Joel Coen. Para conferir outros textos clique aqui.

A ideia de um Western pode não agradar alguns, como eu quando sentei na cadeira do cinema. Mas já nos primeiros minutos você sente que ele é um pouco diferente. Primeiro que Jeff Bridges, interpretando Rooster Cogburn, um federal caolho e bêbado, está muito engraçado. Algumas cenas dele com Matt Damon, o Texas Ranger LaBeouf, estão mais para comédia pastelão. O encontro dos dois personagens se dá por conta da garota Mattie Ross (Hailee Steinfield) que deseja encontrar o assassino de seu pai, o procurado Tom Chaney.
Contrata então o estranho Rooster Cogburn, mas LaBeouf está há tempos atrás do mesmo bandido. O trio está formado, porque a garota, de apenas 14 anos, quer viajar país afora junto com os dois homens, para ela mesma vingar seu pai. Hailee está muito bem no papel, firme, engraçada, e até acho que no final o título Bravura Indômita é dedicado a ela. Meu voto para atriz coadjuvante vai para a garota.
Para quem nunca gostou de faroeste, pode assistir sem medo. O enredo e as falas de Mattie prendem a plateia e arrancam risos. Claro que as cenas de tiroteio, cobras e mortes existem, mas tudo tende para a graça fanfarrona do federal Cogburn.

admin
admin