Crítica: Te Peguei


Você já imaginou não perder o espírito infantil? Alguns amigos fazem questão de manter uma brincadeira que começou quando eram crianças por décadas. Esta é a ideia da comédia Te Peguei (Tag) que chega aos cinemas esta semana.
Cinco amigos formado por Jerry Pierce (Jeremy Renner), Hogan “Hoagie” Malloy (Ed Helms), Bob Callahan (Jon Hamm), Kevin Sable (Hannibal Buress) e Randy “Chilli” Cilliano (Jake Johnson) se reúnem durante todo mês de maio para brincar de pega-pega. A brincadeira começou quando eles ainda eram criança e já dura trinta anos como uma tradição. A brincadeira é levada a sério e eles possuem até um tema “nós não paramos de brincar porque envelhecemos, mas envelhecemos porque paramos de brincar”. A aventura que acompanhamos é a de quatro amigos Hogan “Hoagie” Malloy, Bob Callahan, Kevin Sable e Randy “Chilli” Cilliano que se juntam para conseguir pegar o único invicto o Jerry Pierce que vai se casar e por isso os amigos acreditam que é o momento perfeito para acabar com a invencibilidade.


A história se baseia no artigo do Wall Street Journal intitulado “It Takes Planning, Caution to Avoid Being It” , de 2013, que foi adaptado por Rob McKittrick e Mark Steilen. O filme conta com direção de Jeff Tomisc que leva ao extremo a brincadeira de pega-pega. O roteiro lembra muito a brincadeira por ser ágil e dinâmico e mistura cenas de comedia e ação, mas sempre com um toque nonsense e elementos do escracho.
Te Peguei é aquele filme de comédia baseado em fatos reais que são tão absurdos que parecem inacreditáveis. O filme aposta na comédia que mistura ação e vai agradar principalmente ao público masculino que pode se identificar com a situação de não querer crescer em algum momento.
Assista o trailer:

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.