Filme Geada Negra

Amanhã, 29, acontece a última sessão exclusiva do filme Geada Negra, para estudantes do Colégio Estadual do Paraná. O projeto contou com sete exibições que totalizou 700 alunos. Cada reprodução acontecia na Cinemateca de Curitiba e exibia o curta O dia da Neve e Geada Negra, produções dirigidas pelo paranaense Adriano Justino.

O Colégio Estadual do Paraná foi o primeiro a participar do projeto, que também teve sessões nos dias 1º, 02, 15, 16, 22 e 23, totalizando um público de 100 alunos por sessão, com ingresso ao custo de R$ 2,50 (meia-entrada) para estudantes e professores. Cada um pode assistir a dois documentários que retratam episódios importantes ocorridos no estado, aprofundado seus conhecimentos em história paranaense.

O curta-metragem O Dia da Neve, como o próprio nome deixa a entender, fala do dia em que nevou em Curitiba, em 1975, gerando um belo espetáculo que deixou os curitibanos felizes e eufóricos. Já o média-metragem Geada Negra mostra o outro lado deste episódio: enquanto na capital o clima era festivo, no interior era trágico, pois não houve neve, e sim uma fortíssima geada que dizimou os cafezais, comprometendo a economia do estado, até então dependente da monocultura de café. Ambos são dirigidos por Adriano Justino, que esteve presente na sessão de abertura, em 1º de setembro.

A Moro Filmes tem interesse em repetir a experiência com outros colégios do Paraná interessadas em levar seus alunos para assistir aos filmes O Dia da Neve e Geada Negra na Cinemateca. Para isto, basta que a instituição de ensino entre em contato com a distribuidora, que viabilizará as exibições. O contato pode ser feito pelo telefone (41) 3013-4163 ou pelo e-mail atendimento@morocom.com.br .

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.