Passe Livre, com Owen Wilson e Jason Sudeikis, estreia em Curitiba nesta sexta

Estreia nesta sexta-feira (11) nos cinemas de Curitiba, a comédia Passe Livre, dirigida por Peter e Bobby Farrelly. Estrelado por Owen Wilson e Jason Sudeikis, o filme retoma a vitalidade dos diretores responsáveis por Débi & Lóide (1994), Quem Vai Ficar com Mary? (1998) e O Amor é Cego (2001).

Na trama desbocada, típica de comédias que se apropriam da tradição iniciada com o Clube dos Cafajestes (1978), Rick (Wilson) e Fred (Sudeikis) recebem de suas mulheres uma semana de folga do casamento para voltarem aos tempos de solteiro. Isso significa que durante sete dias, os dois terão passe livre para a infidelidade.

Longe das telas desde o lançamento do deprimente Antes Só do Que Mal Casado (2007), os irmãos Farrelly conseguem mostrar nesse novo filme que ainda sabem entreter o público apelando com piadas visuais e imaturas. Algo que não era visto em Amor em Jogo (2005) e Ligado em Você (2003), duas produções que eram sérias demais para provocarem risos.

Em Passe Livre, a velha ridicularização do cotidiano – utilizada nos longas consagrados da dupla – mostra bastante vigor. Os dois quarentões que imaginam que seus tempos de solteiro eram o paraíso são como o distúrbio de personalidade de Jim Carrey (em Eu, Eu Mesmo e Irene, o melhor longa-metragem da dupla): inusitados, mas extremamente familiares. Conhecemos essas situações e facilmente nos colocamos no lugar dos personagens. Por isso ficamos com tanta vergonha alheia na primeira vez em que assistimos a esses filmes.

Contando com muitos momentos divertidos, Passe Livre se mostra uma ótima opção escapista nos cinemas da cidade. Não é sério, nem estúpido demais. Quando entramos na sessão, a premissa já nos indica o tipo de produção que iremos conferir. Esperar demais disso é arrogância.

admin
admin