Balé Teatro Guaíra

O Balé Teatro Guaíra sai em excursão pelo interior do Paraná e algumas capitais brasileiras. A partir do dia 16 de maio, o público poderá assistir o Balé Teatro Guaíra, que viaja para participar da Mostra Paranaense de Dança-2014, produzida pela Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (ABABTG). Em Ponta Grossa (dia 16), Apucarana (dia 23), Francisco Beltrão (dia 30), e União da Vitória (dia 6 de junho), a companhia faz a abertura da mostra apresentando duas peças: Predicativo do Sujeito, coreografia de Alex Soares, e Caixa de Cores, de Luiz Fernando Bongiovanni.
Em cada uma das cidades, os bailarinos também realizam uma “Experiência Urbana”, interferência de não mais de 10 minutos em espaços públicos, numa proposta que sempre surpreende a população. A participação na mostra paranaense da ABABTG prevê ainda um espetáculo didático para escolas e entidades municipais. A final da mostra será nos dias 27, 28 e 29 de junho em Curitiba; no dia anterior, 26, o Balé Guaíra dança a Sagração da Primavera, no Guairão.
“Sempre temos de ter muitas obras para oferecer”, comenta a diretora do Balé Teatro Guaíra, Cintia Napoli, numa referência aos vários convites que o grupo costuma receber. A Sagração da Primavera, por exemplo, deve ser levada também para Goiânia, no Festival Paralelo 16º; e uma versão de 27 minutos do Predicativo do Sujeito será apresentada em Corumbá (MS), a convite da Prefeitura local.
Companhias públicas
O segundo semestre deste ano também vai ser movimentado para a companhia de dança do Guaíra. Em agosto acontece a estreia de Cinderela, peça que está sendo desenvolvida pelo coreógrafo espanhol Gustavo Sansano, ex-diretor artístico de Luna Negra Dance Theater, de Chicago (EUA). O clássico conto infantil foi ambientado nos anos 50/60 do século passado e recebeu cenários do também espanhol Luis Crespo. A música reúne Rossini, Strauss e Prokofiev.
Para novembro está programado o Encontro de Cias. Públicas, em comemoração aos 45 anos do Balé Guaíra. Uma vasta programação deve reunir, com patrocínio da Volvo, companhias de Minas (Palácio das Artes, de Belo Horizonte), São Paulo (Balé da Cidade), Espírito Santo (Cia. de Ballet da Cidade de Niterói), Amazonas (Corpo de Dança) e Bahia (Balé Teatro Castro Alves, de Salvador). Ao lado do Balé Guaíra e da companhia G2, também do Centro Cultural Teatro Guaíra, os grupos vão promover apresentações e discutir políticas culturais e a formação de plateias.
Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.