A cabeça criativa do Circo da Turma da Mônica


A turminha mais animada do Limoeiro alegra a infância de todo mundo. Agora já pensou misturar a Turma da Mônica com o circo? A Mauricio de Sousa Produções apresenta o maior espetáculo já produzido por eles: Circo Turma da Mônica – O Primeiro Circo do Novo Mundo. As atrações circenses vão tomar conta do Teatro Positivo neste final de semana, 01 e 02 de setembro.
O espetáculo estreou em São Paulo, no Teatro Opus, e foi sucesso de público. O Em Cartaz conversou com o diretor e produtor do Circo da Turma da Mônica, Mauro Sousa. “O que a gente queria acima de tudo era criar um espetáculo voltado para toda a família”, revela. A estrutura de um picadeiro envolve muitos detalhes e pessoas e entre os responsáveis está Mauricio de Sousa, na supervisão geral, e a participação mais que especial do eterno trapalhão Dedé Santana como mestre de cerimônia, além de Rodrigo Robleño, reconhecido internacionalmente por seu trabalho no espetáculo Varekai do Circo Du Soleil. “A presença deles ajuda a enaltecer ainda mais o nosso espetáculo. O Rodrigo criou um personagem muito importante e o Dedé é o nosso mestre de cerimônias e ele trouxe a experiência de palhaço para o espetáculo, não somente por ter feito parte dos Trapalhões, mas porque de fato ele veio do circo”, adianta Mauro.
Sair em turnê com uma superprodução não é fácil e a Maurício de Sousa Produções aceitou o desafio. “Nós queríamos nos desafiar e fazer algo que nunca tivéssemos feito antes. Juntando o circo com a Turma da Mônica a gente sabia que podia fazer um negócio muito legal e um projeto grandioso”, afirma Mauro Sousa. Por ser um espetáculo que possui muitos elementos é necessário pensar nos locais de apresentação. “Precisamos estar em espaços grandes. A gente não consegue estar em qualquer teatro, então a gente precisa de uma estrutura técnica que consiga nos receber. O Teatro Positivo é excelente e estamos nos sentindo muito seguros e confortáveis”, elogia o filho do Maurício de Sousa.
Mauro Sousa, além de ser diretor artístico na empresa, também é ator e cantor por formação e ao ser questionado sobre a possibilidade de interagir com a Turma da Mônica ele não descarta a ideia. “Eu nunca pensei em subir no palco com a turma, mas quem sabe um dia”, admite. Além de ser filho do grande Maurício de Sousa, ele também faz parte da turminha nos quadrinhos com o personagem Nimbus. Seu pai se inspirou em alguns detalhes da infância de Mauro para criar o personagem. “Todos os personagens inspirados em filhos partiram do meu pai. Ele mesmo via as principais características de cada filho e criava. No meu caso, o Nimbus foi baseado em mim quando eu tinha uns sete anos e cuja principal característica minha na época era o medo de chuva. Eu assistia o canal de meteorologia o dia inteiro”, confessa. Ele ainda completa que, para ele, é uma honra ser filho do Maurício, estar nos quadrinhos e ainda poder tocar a parte de teatro que é o que ele mais gosta de fazer.
A Turma da Mônica é sucesso absoluto e no ano que vem, em 2019, o estúdio completa 60 anos. A empresa Maurício de Sousa já está preparando várias novidades, entre elas a possibilidade de visitar o estúdio. “Com a nova sede conseguimos receber os fãs em dias uteis, para quem as pessoas consigam nos ver realmente trabalhar e conhecer como funciona o processo de criação dos quadrinhos. São 40 pessoas por dia”. Se você se interessou é só visitar o site que lá tem informação de datas e valores.
Além disso, a turminha vai ganhar vida nos cinemas com o filme Laços, dirigido por Daniel Rezende, que será lançado em 2019. “O live action será um grande evento e o teaser já está disponível”, adianta o diretor artístico. E os espetáculos teatrais não param também e já estão programados outros projetos ainda maiores do que o circo e que virão para Curitiba é o que garante Mauro Sousa.
E como a turminha não para, o sucesso deles já tomou conta do mundo e tem se destacado até no Japão. Está chegando ao Teatro Opus – Shopping Villa Lobos, em São Paulo, o musical “Turma da Mônica e Hello Kitty em: O Poder da Amizade” que reúne os personagens criados por Mauricio de Sousa e a Hello Kitty, personagem japonesa da Sanrio. Esta aproximação entre os dois países não é por acaso. “Os meus avós vieram do Japão. Minha mãe é Nissei, eu sou Sansei e então a cultura japonesa está muito presente em nossa vida o tempo inteiro e em nossos projetos não é diferente e o maior exemplo são as historinhas da Turma da Mônica Jovem que são em estilo mangá”. Além do conceito inspirado nas historinhas japonesas a Maurício de Sousa dá um passo ainda mais importante neste estreitamento de laços e possui um departamento especial para atender o Japão e uma sede no país do sol nascente.

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.