Dia do Rock no Hard Rock Café


O Hard Rock promete agitar a cidade no dia 13 de julho. Se você curte o rock não pode ficar fora desta festa! Para comemorar o Dia Mundial do Rock, o HRCC está preparando uma está com mais 10 horas de música, três palcos e atrações para todas as idades, que prometem fechar as ruas Buenos Aires e Comendador Araújo.
Serão três palcos: Street, aberto ao público, As Mais Pedidas, com hits do rock, e Woodstock, que vai reunir bandas covers. Entre as atrações estão as bandas Malta, Relespública, Braveheart, School of Rock House Band, Kick Bucket, Big Band (Polícia Militar do Paraná), Napkin, Banks e outros artistas do rock.
O público também poderá ser a estrela desta festa, com o jam sessions onde o público pode rá subir ao palco para viver uma experiência de rockstar. Já as crianças irão se apresentar nos três palcos da festa com a School Of Rock que será um concurso com audições. A festa é para toda a família e o Hard Rock terá ainda um espaço Kids
Seguindo o exemplo do Live AID, o dia do rock do HRCC será solidário, com arrecadação de agasalhos para a Fundação de Ação Social (FAS Curitiba) e ainda uma campanha de adoção consciente de animais com doação de ração para o Tomba Lata.
A festa terá um espaço gratuito para duas mil pessoas com um palco montado no estacionamento, mas para quem quiser aproveitar tudo precisa garantir seu ingresso. Os ingressos do primeiro lote já estão disponíveis no preço de R$100, que inclui os shows e também alimentação e bebida.

Para ter a ideia de como o Hard Rock Café Curitiba está sempre fomentando a cultura da cidade informa a entrevista que fizemos com Brunno Kukulka – a sócio proprietário do estabelecimento – durante a festa de quatro anos do HRCC:

Serviço
Data: 13/06/2019
Horário: A partir das 14h
Local: Hard Rock Café Curitiba (Rua Buenos Aires, 50 – Batel)
Ingresso: R$ 100 (100 primeiros ingressos)

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.