Martinho da Vila na Oficina de Música de Curitiba

O sambista Martinho da Vila se apresentou na noite desta quarta-feira (7) ao lado da curitibana Orquestra à Base de Corda e do grupo carioca Pandeiro Repique Duo. O show fez parte da programação da 35ª Oficina de Música de Curitiba e além de marcar o encerramento da parte popular, também  celebrou os 80 anos de Martinho que completará no próximo dia 12.
A direção musical do show é assinada pelo curitibano João Egashira, curador da MPB da Oficina de Música e regente da Orquestra à Base de Corda. “Primeira vez que tocamos as canções Martinho, a música do sambista é muito brasileira, os arranjos vão acontecendo naturalmente”, disse Egashira.
Além de obras consagradas de Martinho em arranjos elaborados especialmente para a ocasião, o repertório contou com composições instrumentais autorais da Orquestra e do Pandeiro Repique Duo. Para animar ainda mais a noite, a Cortejo Real do Carnaval Curitibano estava presente: Paula Carolina Mello Galvão, 1ª princesa; o Rei Momo Rubens Marques da Silva; a Rainha Renatha Karolina Rosa e a 2ª princesa Edna dos Santos Souza.
Em aproximadamente uma hora e meia de show, o público pode acompanhar grandes sucessos como “Mulheres”, “Canta canta minha gente” e “Prá tudo acabar na quarta-feira”. Com casa lotada e em ritmo de festa, os músicos e o público cantaram os parabéns a Martinho da Vila, que encerrou um pout pourri de canções que marcaram época, como “Casa de Bamba” e “Madalena do Jucu”.

Danielle Mei
Danielle Mei
Danielle é formada em Jornalismo e mestre em Comunicação. A alemã que ensina inglês gosta mesmo é de ler e ouvir música boa, mas quando precisa escreve sobre diversos estilos culturais.