Os Mulheres Negras

O Teatro da Caixa recebe de 12 a 14 de janeiro de 2018 a dupla Mauricio Pereira e André Abujamra que voltam à estrada com Os Mulheres Negras, aquela que, nos anos 1980, se intitulava “a terceira menor big band do mundo”. Os Mulheres Negras encantam com sua música, sua teatralidade e sua abordagem não convencional de instrumentos conhecidos e de outros não convencionais. Nesse espetáculo, eles apresentam seus sucessos como “Sub”, “Eu Vi”, “Martim” e “John”, além de canções inéditas, sempre com muitos improvisos e muita interação com a plateia. O show promete muito pop, invenção e diversão em altas doses.
A banda – que atraiu legiões de fãs nos anos 1980 e início dos 1990 – reaparece turbinada pelas experiências individuais da dupla. André Abujamra enriqueceu a cena musical com o seu multicultural Karnak, onde reuniu a nata dos músicos paulistanos dos anos 1990; o drum and bass Fat Marley; o punk Gorki; e o filme-show Mafaro. Ele também construiu uma carreira de produtor e premiado realizador de trilhas sonoras para o cinema, com destaque para “Carandiru” e “Carlota Joaquina”.
Já Mauricio Pereira se aprofundou no segmento musical em trabalhos autorais, como compositor, com destaque para “Mergulhar na Surpresa” e “Pra Marte”. Também ganhou evidência como cantor no disco “Turbilhão de Ritmos”; em seu trabalho como crooner do programa Fanzine da TV Cultura, apresentado por Marcelo Rubens Paiva nos anos 1990; e no duo Pereirinha & Pereirão, com seu filho Tim Bernardes que, atualmente, toca na banda O Terno.
Serviço
Os Mulheres Negras
Data: 12 a 14/01/2017
Horário: sexta às 20h; sábado às 19h e 21h; e domingo às 19h
Local: CAIXA Cultural Curitiba (Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro)
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia)
Classificação etária: 14 anos
Mais informações: (41) 2118-5111

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.