Vitão

Que tal um show diferente? A pandemia da COVID-19 trouxe uma nova realidade para o universo do entretenimento e a necessidade de se reinventar. Com esse pensamento, o Planeta Drive-In, implantado na icônica Pedreira Paulo Leminski, vai promover mais um grande show da era “novo normal” na capital paranaense, ao ar livre e com o público dentro de carros. No próximo dia 08 de agosto, o espaço vai receber a apresentação do fenômeno Vitão, que trará para Curitiba sua mais nova turnê, pensada especialmente para o conceito drive-in.

Victor Ferreira adotou o nome artístico de Vitão e começou mostrar seu trabalho como cantor e compositor em seu canal no Youtube, no ano de 2017. Foram 47 vídeos com covers dos mais diversos hits até alcançar o reconhecimento nacional com a composição original “Tá foda”, lançada em agosto de 2018. O clipe oficial da canção atingiu o marco de 1 milhão de visualizações em apenas uma semana e os dois singles seguintes “Embrasa” e “Te liguei” já somam mais de 73 milhões de visualizações na plataforma. Hoje, com a penas 20 anos de idade, o artista segue acumulando números surpreendentes também no Spotfy: mais de 200 milhões de plays em seu EP de estreia, 90 milhões no primeiro álbum lançado em janeiro de 2020 e mais de 5 milhões de ouvintes mensais na plataforma.

Conhecido pela voz suave, gingado nas batidas e letras marcantes, Vitão chega a Curitiba com o show da sua mini tour drive-in e  promete agitar o público do Planeta Drive-In, que foi instalado na icônica Pedreira Paulo Leminski, principal endereço do entretenimento curitibano, com um repertório embalado pelos principais destaques de sua carreira, entre eles as músicas “Café”, “Tá foda”, “Um pouco de você” e “Flores”.

Serviço

Data: 08/08/2020

Horário: 22h

Local: Pedreira Paulo Leminski – Parque das Pedreiras (R. João Gava, 970)

Ingresso: a partir de R$ 160 por carro (com até 4 pessoas por automóvel) no site www.planetadrivein.com

 

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.