O Frenético Dancin Days

(Crédito: Leo Aversa)

Você já ouvir falar da Frenetic Dancing´Days Discotheque? A sua história será contada no palco do Guairão dentro da programação do Festival de Curitiba 2019. O musical “O Frenético Dancin Days” marca a estreia da bailarina e coreógrafa Deborah Colker na direção teatral. O produtor musical, jornalista Nelson Motta, um dos fundadores da lendária casa carioca, assina o texto ao lado de Patrícia Andrade. As apresentações serão nos dias 02 e 03 de abril.
O musical resgata o clima de celebração da vida, de sentir a felicidade bater na porta ao contar a história da boate idealizada, em 1976, pelos amigos Nelson Motta, Scarlet Moon, Leonardo Netto, Dom Pepe e Djalma. Deborah Colker aceitou o desafio e fez sua estreia na direção teatral, além de assinar as coreografias, ao lado de Jacqueline Motta. “Esse musical é uma festa, as pessoas ficam enlouquecidas na plateia, parece que estamos mesmo voltando aos tempos da boate. É uma alegria imensa”, festeja Motta. “Eu sabia da potência, da força do Dancin´Days, de como ele mudou a cidade. A boate chegou com esse caráter libertário, lá as pessoas eram livres, podiam ser como elas são. Isso tem uma grande força política, social, filosófica, artística. Não há nada como o livre arbítrio, estar em um lugar onde você vai ser quem você é”, completa Deborah.
A superprodução conta com 17 atores e cinco bailarinos escolhidos através de audições, à exceção de Érico Brás (Dom Pepe) e Stella Miranda (Dona Dayse), uma das mais importantes atrizes de musicais do país, convidados especialmente para o projeto. “Estamos usando tecnologia de ponta e misturei elementos dos arranjos originais, que são clássicos presentes na nossa memória afetiva das pessoas, com ideias minhas e da direção, para chegarmos ao resultado final”, explica Alexandre Elias, diretor musical.
Dancin´Days foi inaugurada em 05 de agosto de 1976 e marcou a chegada da discoteca no país. Lady Zu, Banda Black Rio, Tim Maia, a pista da boate fervia. Rita Lee (ainda com o Tutti-Frutti), Raul Seixas, Gilberto Gil fizeram apresentações no local. “Eu adoro dançar, eu adoro dança, tudo que se movimenta. E para dançar você precisa de música. E música boa é a junção perfeita. E não tem como o Dancin´Days não ter isso, é uma música muito boa, é a melhor. É um iluminismo!”, celebra a diretora.
De garçonetes ao estrelato, As Frenéticas foram reveladas na Dancin Days e ficaram conhecidas para o Brasil ao cantarem o tema de abertura da novela homônima de Gilberto Braga. “As Frenéticas foram obra do acaso e, claro, do talento de seis garotas que eram atrizes desempregadas e no fim da noite, cantavam quatro músicas. Dancin lotava só para ver as Frenéticas, que se tornaram as rainhas da discoteca no Brasil”, relembra Nelson.
Serviço
Data: 02 e 03/04/2019
Horário: 21h
Local: Guairão
Ingresso: R$70 (inteira) e R$35 (meia)
Classificação: 12 anos

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.