Os novos passos de Fernanda

A peça “Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou” foi um sucesso e isso fez com que a atriz Monica Martelli tivesse a difícil missão de apresentar um novo espetáculo tão bom quanto. A peça “Minha Vida em Marte” é a continuação do monólogo e se passa oito anos depois. 

Fernanda batalhou e finalmente encontrou seu grande amor, mas o tempo passa e agora com 45 anos, mãe, a personagem não consegue manter a chama do casamento acessa com tanta facilidade. O texto de Monica Martelli apresenta Fernanda enfrentando seus problemas em uma terapia de grupo, onde a plateia faz parte, e durante mais de uma hora a conversa é direta – mas sem intenção – com quem assiste a peça.

Fernanda é Monica Martelli e Monica Martelli é Fernanda. A atriz está tão à vontade no palco que esquecemos que estamos em um teatro e embarcamos nas crises conjugais vividas pela personagem. “Minha Vida em Marte” foi criado nas inspirações das aventuras vivadas por Mônica Martelli na vida real e para ficar ainda mais em casa a direção é feita por Sandra Garcia, irmã da atriz.

A plateia curitibana que lotou o Teatro Guaira era formada por muitas mulheres e casais. Conforme a trama acontece é visível como a plateia se conhece nas situações. Monica Martelli é melhor do que muito terapeuta de casal, ela faz o público embarcar nas crises conjugais de um casal e garanto que o público repensa diversas situações amorosas vividas entre uma troca de roupa e outra da atriz no palco. 

Foram doze anos desde a estreia do primeiro monólogo, mas a nova aventura de Fernanda tem tudo para continuar sendo um sucesso, além de lotar o Teatro Guaira, o espetáculo já vai ganhar versão nos cinemas. 

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.