TEATRO: Miranda, Ciranda do Amor

Neste final de semana, o no prédio histórico da TPUK será invadido pelo Projeto AçãoArte que une teatro e gastronomia. A Itália tomará conta do lugar com a peça “Miranda, Ciranda do Amor”, que será apresentada pelo grupo Arte da Comédia durante uma típica “Noite Italiana”. O final de semana cultural reúne a culinária italiana e a commedia dell’arte com dois textos clássicos do teatro.
Na sexta (11) e sábado (12), a partir das 20h, acontece a “Noite Italiana”. O evento inicia com um Duo Capella, com os cantores Paulo Barato e Márcia Kaiser, e a degustação de especialidades típicas da culinária italiana pelo Armazém Italiano. Às 21h30, será apresentado o espetáculo “Miranda, Ciranda do Amor”. Já no domingo do dia 13, será promovido um almoço especial em comemoração ao Dia dos Pais, às 12h30, seguido de nova sessão do espetáculo do grupo Arte da Comédia.
Miranda, Ciranda do Amor” adapta duas obras de autoria de Carlo Goldoni, renomado dramaturgo veneziano: “Mirandolina” (título português de “La Locandiera”) e “O servidor de dois amos” (em italiano: “Il servitore di due patroni”). Os dois eventos são promovidos pelo projeto AçãoArte e acontecem no espaço TPUK, uma charmosa casa histórica que possui 70 anos de existência e uma forte tradição com as artes.

(Crédito: Natalie Lira)

Serviço
Fim de Semana Cultural no projeto AçãoArte
Noite Italiana com o espetáculo Miranda, Ciranda do Amor
Data: 11 e 12/08/2017
Horário: A partir das 20h
Local: TPUK (Rua Brigadeiro Franco, 374 – Mercês)
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Programação de Dia dos Pais com o espetáculo Miranda, Ciranda do Amor
Data: 13/03/2017
Horário: a partir das 12h30
Local: TPUK (Rua Brigadeiro Franco, 374 – Mercês)
Custo: O valor do ingresso é de R$ 50,00 para almoço e atrações. As reservas devem ser feitas até dia 10 de agosto pelo número (41) 99999-5876.

Tamie Ono Lor
Tamie Ono Lor
Tamie é jornalista e possui especialização em Novas Tecnologias da Comunicação. Ela está sempre querendo absorver um pouco do mundo que a cerca, de preferência com uma câmera na mão. A oriental respira cultura e seu trabalho é também sua diversão.