Uma viagem pela história do Brasil

Nos dias 31/01 e 01/02, 0 Teatro Guairinha recebeu as últimas três apresentações da temporada do musical “Grandes Encontros da MPB“. O espetáculo, que estava rodando pelo país nos últimos cinco meses, traz uma prazerosa e emocionante viagem pela história da Música Popular Brasileira, ao longo de 1h40.

O musical traz um sexteto de cantores que faz uma grande retrospectiva da história musical brasileira, começando pela Jovem Guarda, com Roberto e Erasmo Carlos, passando pela Bossa Nova de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, o Tropicalismo de Caetano Veloso e Gilberto Gil, o Clube da Esquina de Milton Nascimento e os Irmãos Borges e muito mais. Esse passeio histórico se destaca pela sensibilidade ao trabalhar em recontar fatos importantes não só de cada músico como da história do próprio Brasil – uma vez que é impossível relembrar Caetano e Gil, por exemplo, sem relembrar a época da ditadura militar.

Bruna Pazinato, Julia Gorman, Ariane Souza, Édio Nunes, Franco Kuster e Thiago Machado

O grupo de cantores (composto por Ariane Souza, Bruna Pazinato, Édio Nunes, Franco Kuster, Julia Gorman e Thiago Machado) incorpora e homenageia cada canção, cantor, intérpete e compositor de maneira única, com alguns momentos altos: o encontro de Roberto Carlos com Gil e Caetano, a canção “Águas de Março” de Elis Regina e Tom Jobim e o tributo a João Gilberto (cujo falecimento ocorreu logo no começo da produção do espetáculo e marcou produção e elenco).

A jornada musical é bastante abrangente, tendo 28 músicas mais um medley de outras 6 músicas. Ao longo do show, o público pôde conferir canções de Gabriel, O Pensador, Zé Ramalho, Nação Zumbi, Pixinguinha, Chico Buarque e muito mais, além dos músicos anteriormente citados. O resultado é uma seleção musical que agrada todos da plateia.

O figurino e o cenário, por fim, são bastante simples. As roupas dos cantores são repletas de elementos e peças que remetem aos diferentes momentos da música brasileira, ao passo que o palco não possui cenários grandiosos, apenas estruturas de madeira e tela que os próprios atores movimentam e alteram o layout.

Fábio Torres
Fábio Torres
Fábio é formado em jornalismo e especialista em Novas Tecnologias. Sua paixão é o esporte, mas por conta da convivência se viu cercado pelas artes e se deixou levar pelos acordes musicais diferentes.